Tribunal de Contas de São Paulo vem conhecer tecnologias desenvolvidas pelo TCE-MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

20/10/2017

Tribunal de Contas de São Paulo vem conhecer tecnologias desenvolvidas pelo TCE-MS

© Divulgação
A visita da equipe técnica do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo a Mato Grosso do Sul foi nesta sexta-feira, 20 de outubro. Os técnicos vieram conhecer o e-CJUR, que é o cadastro eletrônico do jurisdicionado um dos bancos de dados do E-EXTRATOR que conjuga a Extração de dados dos jurisdicionados com a Inteligência Artificial (Analytics), ferramenta BI, e o Gerenciamento de Riscos com o objetivo de alcançar a efetividade.
© Divulgação
Sérgio Minoru Fukaya, agente fiscal de TI; Erik Draganov Santos, agente de fiscalização de TI ; Sandra Maia de Souza, gestora; e José Ricardo Vaz, diretor de sistemas, foram recebidos pelo diretor de gestão e modernização do TCE-MS, Douglas Avedikian, que abriu a apresentação mostrando a metodologia do E-Extrator e os bancos de dados possíveis da extração. Posteriormente foi explanado o funcionamento do e-CJUR, a porta de entrada para que o gestor e sua equipe passem a ser reconhecidos pelo TCE-MS nos cumprimentos de direitos e deveres como responsáveis tanto na prestação de contas como no acesso aos sistemas.

As novas ferramentas eletrônicas são o resultado de um esforço da atual gestão compartilhada do TCE-MS, presidida pelo conselheiro Waldir Neves, que assumiu o compromisso de modernizar a Corte de Contas do Estado, que trabalha para oferecer ainda mais agilidade, segurança e transparência no controle da aplicação do dinheiro público.

O E-CJUR é uma plataforma de Cadastro Digital para os jurisdicionados com objetivo de acesso a todos os sistemas do TCE-MS através de assinatura eletrônica com certificação assegurando, desta forma, a veracidade de quem acessa os sistemas e envia os documentos.

Para acesso ao E-CJUR é possível utilizar login e senha ou ainda via certificação digital. A plataforma pode ser visualizada em qualquer computador, tablete ou celular desde que esteja conectado à internet.

O E-EXTRATOR conjuga a extração automatizada de dados dos jurisdicionados e de outros bancos de dados com a Inteligência Artificial, ferramenta BI, e o gerenciamento de riscos com o objetivo de alcançar a efetividade em suas ações. A ferramenta baseia-se na extração de dados do jurisdicionado mesmo sem o envio de dados ou informações para o TCE-MS. A metodologia consiste em extrair os dados diretamente do banco de dados do jurisdicionado; minerar estes dados; filtrá-los através da Inteligência Artificial; priorizá-los através da Matriz de Riscos e, posteriormente, disponibilizar os indicadores que são apresentados na tela do BI para análise e tomada de decisão.

Um dos grandes benefícios desta metodologia de extração diretamente do banco de dados do jurisdicionado é a possibilidade de cruzar estes dados com outros dados de outros bancos, por exemplo: Nota Fiscal Eletrônica, Junta Comercial, TCU, MEC e etc. Os dados podem ainda ser comparados com as informações declaradas dos jurisdicionados que são enviadas por eles através dos diversos sistemas do TCE-MS.

Para o presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, o interesse pelas ferramentas desenvolvidas pela Corte de Contas de Mato Grosso do Sul, mostra que o trabalho desenvolvido aqui está no caminho certo. “O mundo mudou muito nos últimos anos e isso exige que nos adaptemos às novas tecnologias. Os Tribunais de Contas assumiram novas atribuições, e a modernização das ferramentas de controle externo nos permite ter uma visão geral se o dinheiro público está sendo bem empregado, se os investimentos estão de fato sendo revertidos em favor do cidadão”. 

Fonte: ASSECOM
Por: Tania Sother