Juíza determina internação provisória de aluno que atirou contra colegas em escola de Goiânia - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

21/10/2017

Juíza determina internação provisória de aluno que atirou contra colegas em escola de Goiânia

Decisão foi da magistrada Mônica Cézar Moreno Senhorello. Adolescente, que matou dois colegas e feriu outros quatro, deve ficar internado por 45 dias.

Juíza determina internação provisória de adolescente que atirou contra colegas em escola (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
A juíza plantonista Mônica Cézar Moreno Senhorello acatou recomendação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) e determinou, neste sábado (21), a internação provisória do aluno que atirou contra colegas no Colégio Goiyases, em Goiânia. O adolescente, de 14 anos, que está apreendido na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), a medida tem como intuito proteger o adolescente, matou dois estudantes e feriu outros quatro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), o menor deverá se apresentar ao Juizado da Infância e Juventude na segunda-feira (23).

A recomendação foi feita pelo promotor de Justiça Cássio Sousa Lima, que ouviu o menino nesta tarde. Segundo ele, o intuito era proteger o adolescente, que é filho de militares.

"Eu tomei a medida de representar pela internação provisória dele por 45 dias até que termine o processo. Essa medida deve ser retocada de certos cuidados em virtude de ser filho de policiais militares para não colocar no meio de elementos perigosos que possam causar algumas represálias", disse o promotor à TV Anhanguera.

Por Sílvio Túlio, G1 GO