COSTA RICA| Departamento de Licitações do município convida fornecedores para participarem da palestra gratuita sobre “o tratamento diferenciado concedido à empreendedores locais” - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

19/10/2017

COSTA RICA| Departamento de Licitações do município convida fornecedores para participarem da palestra gratuita sobre “o tratamento diferenciado concedido à empreendedores locais”

© Ilustração
O Governo de Costa Rica – MS por meio do Departamento de Licitações convida os empreendedores locais para participarem na próxima segunda-feira, 23 de outubro de 2017, às 14h, no auditório da SEMED – Secretaria Municipal de Educação – da palestra com o tema “O Tratamento diferenciado, simplificado e favorecido concedido à microempresa e à empresa de pequeno porte”.

A palestra que será ministrada pela pregoeira do Departamento de Licitações Tamires Paulina, terá como principal objetivo explicar como funciona o Decreto Nº 4.499, de 13 de setembro de 2017 que “regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte, agricultores familiares, produtores rurais pessoa física, microempreendedores individuais e a sociedades cooperativas de consumo nas contratações públicas de bens, serviços e obras no âmbito da Administração Pública Municipal”.

“Este decreto é muito bom para o município, pois sabemos que as microempresas e empresas de pequeno porte representam um dos principais alicerces da economia brasileira e são responsáveis por uma boa parcela da geração de renda e de empregos no País”, enfatiza o prefeito Waldeli dos Santos Rosa.

A pregoeira explica que “com o tratamento favorecido das empresas de pequeno porte em relação às demais, deve ser operada com a observância e o respeito aos princípios norteadores do sistema jurídico aplicáveis à espécie, calçados em critérios razoáveis que evitem opções arbitrárias ou abusivas”.

“Vamos orientar, esclarecer e sanar dúvidas dos fornecedores locais, sobre o Decreto Nº. 4.499 que pretende regulamentar o tratamento favorecido a estas empresas e estabelece privilégios na participação de licitações públicas para a aquisição de bens e serviços”, finaliza Tamires Paulina.

ASSECOM