Waldeli cogita mudar de partido para viabilizar candidatura ao Governo - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

22/09/2017

Waldeli cogita mudar de partido para viabilizar candidatura ao Governo

O prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, durante visita ao Campo Grande News (Foto: Marina Pacheco)
O prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, de 57 anos, atualmente no PR (Partido da República), disse durante visita à redação do jornal Campo Grande News que está disposto a mudar de partido para viabilizar sua candidatura ao Governo do Estado nas eleições de 2018.

“Primeiro é preciso dizer que estou me colocando à disposição para uma pré-candidatura, porque ainda não existe a pré-candidatura, o que existe é a vontade de ser pré-candidato. A mudança de partido, caso tenha que tomar essa decisão, poderá ser para um partido pequeno, como poderá ser para um grande partido, estou estudando todas as possibilidades para disputar uma candidatura por um partido que me dê sustentabilidade. Não é importante o seu tamanho, importante sim é a sua fidelidade”, declarou.

Waldeli revelou que levou a sua disposição de concorrer ao Governo do Estado ao conhecimento do presidente do diretório Regional do seu partido em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado Londres Machado, e não sentiu o apoio de que irá precisar para encarar o desafio.
Waldeli disse que precisa estar em um partido que o abrace no desafio de disputar o Governo do Estado (Foto: Marina Pacheco)
“Preciso de um partido que me abrace, e talvez eu tenha encontrado algumas dificuldades dentro do meu próprio partido”, afirmou. Segundo ele, no encontro que teve com o ex-deputado Londres Machado e o deputado Paulo Correa, em Campo Grande, recebeu a orientação para aguardar o desfecho da votação da reforma política no Congresso, além do comprometimento da direção do PR em promover uma reunião na segunda quinzena de outubro para fazer o anúncio da sua pré-candidatura. “Estou avaliando isso, mas ao mesmo tempo também estou avaliando a possibilidade de mudar de partido”, ressaltou.

Às vésperas de esgotar o prazo para que sejam aprovadas no Congresso, as novas regras para as eleições do ano que vem, a reforma política tem andamento complicado na Câmara, e Waldeli avalia que pela tramitação da proposta em Brasília o cenário não terá mudanças.

“Se houver uma definição esta semana de que o último dia para filiar é 4 de outubro, possivelmente eu faça a mudança de partido imediatamente. Caso não fique nada definido na reforma política, e se isso for postergado para março, então em março eu irei decidir a continuidade no PR ou se vou para um outro partido”, garantiu o prefeito. Sua origem na política é o PMDB, de onde saiu em 2011 justamente para o PR.

Waldeli está no seu quarto mandato como prefeito de Costa Rica. Foi eleito pela primeira vez em 2000 e reeleito em 2004; em 2012 chegou ao seu terceiro mandato, e foi reeleito em 2016. Sobre a decisão de postular uma candidatura ao Governo de Mato Grosso do Sul em 2018, afirmou que a sua gestão à frente da Prefeitura de Costa Rica o credencia a sonhar em governar o Estado.

“Sem dúvida a base é o trabalho que realizo em Costa Rica, a recuperação financeira do município, que não deve nenhum centavo para ninguém, não tem precatório, paga rigorosamente seus funcionários em dia, tem uma folha de pagamento muito enxuta, gastamos 31.32% com folha de pagamento, e onde temos uma educação e uma saúde de qualidade para a nossa população”, frisou.

Fonte: campograndenews
Por: Paulo Nonato de Souza