Homem atira e mata jovem durante show no Bosque dos Ipês - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

24/09/2017

Homem atira e mata jovem durante show no Bosque dos Ipês

O crime aconteceu no estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês, que fica na Avenida Cônsul Assaf Trad, no Parque dos Novos Estados, região norte de Campo Grande

Jovem foi atingido com tiro à queima roupa e morreu no local (Foto: Direto das Ruas)
Jovem de 22 anos morreu após ser atingido com tiro no tórax à queima roupa, por volta das 2h deste domingo (24), no show do Henrique e Juliano, ocorrido no estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês, na Avenida Cônsul Assaf Trad, no Parque dos Novos Estados, região norte de Campo Grande. Adílson Ferreira dos Santos chegou a ser socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

Conforme informações apuradas pelo Campo Grande News, o autor seria um agente penitenciário federal. O nome dele ainda não foi divulgado. Testemunhas relataram que os dois estavam no camarote, quando começaram a brigar.

Eles trocaram socos até o homem sacar uma arma e atirar à queima-roupa. Adílson foi atingido no tórax. Os socorristas ainda tentaram reanimá-lo com massagem cardíaca durante 40 minutos, mas sem sucesso. “Tive que sair correndo. Os tiros foram no camarote. O rapaz caiu ensanguentado no meio de todo mundo”, relata uma testemunha que não quis se identificar.

Após o disparo, o agente sob efeito de álcool teria mirado a arma em direção a outras pessoas, mas foi contido. O atirador foi preso por uma equipe da Polícia Militar e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. A motivação do crime ainda não foi informada. 

Em nota, a administração do Shopping Bosque dos Ipês informou que lamenta profundamente e está colaborando com as autoridades para esclarecimento sobre o incidente com arma de fogo ocorrido durante o show, que acabou em morte. Ainda conforme o texto, o show foi realizado dentro das normas exigidas de segurança com apoio das policias Civil e Militar.

Fonte: campograndenews
Por: Viviane Oliveira