Deputado e produtores serão ouvidos pela CPI que investiga grupo JBS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

26/09/2017

Deputado e produtores serão ouvidos pela CPI que investiga grupo JBS

Deputados que compõem a CPI da JBS (esquerda para direita): Paulo Siufi (PMDB), Pedro Kemp (PT), Paulo Corrêa (PR), Flávio Kayatt (PSDB) e Eduardo Rocha (PMDB). (Foto: Wagner Guimarães)
Os deputados estaduais que compõem a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura fraudes em negociações do grupo JBS com o governo estadual ouvirá três produtores rurais nesta quarta-feira (27). Trata-se de um dos últimos atos necessários para a conclusão dos trabalhos do grupo.

Foram convocados o ex-prefeito de Porto Murtinho e atual assessor político da Secretaria de Governo, Nelson Cintra; o produtor rural Zelito Ribeiro e o deputado estadual Zé Teixeira, que também é dono de propriedades rurais no estado.

Os nomes deles foram citados em delação premiada pelos irmãos Batista, donos do grupo que controla o frigorífico. O grupo teria emitido notas fiscais frias para lavar dinheiro pagos como propina a gestores públicos. Eles foram selecionados entre várias outras pessoas que também mantiveram negócios com o JBS por conta do número significativo de transações.

Nelson Cintra e Zé Teixeira chegaram a apresentar documentos que segundo eles provam as suas inocências. Os papeis mostram que eles realmente teriam recebido o dinheiro da comercialização de gado.

Além disso, o trio afirma que as denúncias feitas ao MPF (Ministério Público Federal) são irregulares.

A oitiva está marcada para as 15h no plenarinho da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. O relator da CPI, deputado Flávio Kayatt (PSDB), acredita que após escutar os depoimentos, ele já estará apto a elaborar o relatório final do grupo relacionado aos cinco termos de acordo entre o Executivo e o JBS que estão sob suspeita.

Completam a Comissão Parlamentar de Inquérito os deputados Paulo Siufi (PMDB), Pedro Kemp (PT), Paulo Corrêa (PR), e Eduardo Rocha (PMDB), vice-presidente.

Fonte: campograndenews
Por: Ricardo Campos Jr. e Leonardo Rocha