COSTA RICA| Gestão eficiente do município é destaque em encontro da Undime na Capital - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

16/09/2017

COSTA RICA| Gestão eficiente do município é destaque em encontro da Undime na Capital

Prefeito Waldeli dos Santos Rosa ministrou palestra durante encontro de professores na Assomasul

Waldeli durante palestra na Assomasul © Edson Ribeiro
A eficiência de gestão pública praticada na cidade de Costa Rica, localizada no Bolsão de Mato Grosso do Sul, foi destaque durante o “VI Encontro de Formação aos Dirigentes Municipais de Educação em MS” promovido pela Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação) no plenário da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Destaque nacional entre as cidades mais promissoras em termos de investimentos públicos, Costa Rica é a primeira do Estado e a 13ª do País em gestão fiscal, no momento em que o Brasil vive uma situação bastante peculiar da sua história democrática, na qual a população tem indo às ruas cobrar o fim da corrupção e punição para os envolvidos. 

Tal manifestação se deve aos diversos problemas sociais existentes nosso País, sobre os desvios de condutas, a má gestão dos recursos públicos, a falta de transparência e de prioridades para a Educação, Saúde, Segurança e Mobilidade Urbana. 

Na contramão disso tudo, a invejável classificação do município sul-mato-grossense no cenário brasileiro foi bastante aplaudida por professores e dirigentes municipais de educação durante palestra “Gestão Pública: Desaprender e reaprender”, proferida pelo prefeito Waldeli dos Santos Rosa (PR).

Em sua palestra motivacional, Waldeli começou dizendo como foi o início de um sonho que virou realidade, depois de planejar durante oito anos sua vida particular e empresarial para ser prefeito do município em meados de 1998.

“Nosso sonho à época era transformar Costa Rica numa cidade invejada do Centro Oeste”, contou ele, ao dizer que até hoje atua espelhado na gestão bem-sucedida do prefeito Antônio Lazo da Costa, falecido.

Durante a palestra, o prefeito falou em dificuldades, pontuou os investimentos estruturais em todos os setores da administração municipal, incluindo saúde e turismo (esporte de aventuras), mas deu ênfase ao elogiado trabalho adotado na área educacional, onde Costa Rica ganhou grande repercussão na mídia nacional, depois que a Rede Globo de Televisão divulgou a qualidade com que se toca a Educação, inclusive valorizando os professores que por merecimento receberam abono salarial, o 17ª salário em 2016. 

Segundo ele, Costa Rica foi pioneira ao climatizar as escolas municipais que, entre outros avanços estruturais, dispõem de biblioteca completa e quadra coberta para a prática do esporte. 

“Temos uma das menores folhas de pagamento do País, 31%”, explicou, acrescentando que assumiu o comando da prefeitura na última vez com uma dívida de R$ 8 milhões. “Costa Rica não deve hoje nenhum centavo a ninguém, não tem dívida previdenciária, precatórios e tem um saldo de R$ 23 milhões em caixa”, acrescentou o gestor, ao ser aplaudido pela platéia. 

Ao finalizar, Waldeli disse que o Brasil tem solução mesmo diante dos aspectos negativos decorrentes da má gestão e da corrupção que comprometeram a classe política, mesmo os bem intencionados. “O país tem jeito, Mato Grosso do Sul tem jeito, o que não podemos é cruzar os braços, e Costa Rica está aí (como exemplo)”.

Fonte: ASSECOM
Por: Willams Araújo