TRÊS LAGOAS| Fibria inicia operação da nova fábrica de celulose antes do prazo previsto - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

31/08/2017

TRÊS LAGOAS| Fibria inicia operação da nova fábrica de celulose antes do prazo previsto

Empresa antecipa em cerca de três semanas a entrega da segunda linha de produção e consolida sua liderança mundial no setor


A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, antecipou o cronograma e iniciou hoje a operação de sua nova fábrica em Três Lagoas (MS). A segunda linha de produção de celulose da companhia começa a funcionar três semanas antes do prazo previsto, que era a primeira quinzena de setembro.

Resultado de investimentos de R$ 7,5 bilhões, a segunda fábrica da Fibria em Três Lagoas terá capacidade de produção de 1,95 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano. Somando a primeira unidade, já em funcionamento na cidade, a empresa passa a ter uma capacidade de produção de 3,25 milhões de toneladas de celulose/ano, o que faz da operação da Fibria no Mato Grosso do Sul uma das maiores fábricas de celulose do mundo. No total, considerando todas as demais unidades da companhia – Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde opera a Veracel – a Fibria alcança uma capacidade de produção de 7,25 milhões de toneladas de celulose/ano, consolidando a sua liderança mundial no setor.

A Fibria anunciou a expansão de sua unidade de Três Lagoas (MS) em maio de 2015, e os trabalhos começaram em seguida. Ao longo de 27 meses, foram gerados 40 mil empregos em toda a cadeia produtiva, do canteiro de obras da empresa no Mato Grosso do Sul até as operações dos cerca de 300 fornecedores diferentes do projeto.

“Nesse período de pouco mais de dois anos, concluímos a maior fábrica em linha única da atualidade antes do prazo e abaixo do orçamento proposto, o que evidencia o comprometimento de toda a equipe em ganhar produtividade, reduzir custos e fazer sempre melhor, com segurança e respeito às pessoas e ao meio ambiente. O início da operação da nossa segunda fábrica em Três Lagoas representa o começo de uma nova fase para a companhia, consolidando a sua liderança no mercado mundial”, afirma Marcelo Castelli, presidente da Fibria.

A nova unidade da Fibria em Três Lagoas (MS) traz uma série de inovações na construção, operação e processos industriais e florestais. Um dos destaques é o viveiro automatizado de mudas de eucalipto – a maior inovação tecnológica na área florestal dos últimos tempos. Para atender à demanda de 43 milhões de mudas por ano, especialistas da empresa foram conhecer a tecnologia empregada na fabricação de flores na Holanda. A partir dessa observação, traçaram uma estratégia para criar não apenas o maior viveiro de mudas de eucalipto do mundo, mas também o primeiro totalmente automatizado.

O viveiro automatizado da Fibria apresenta novas tecnologias, como a irrigação automatizada, o que permite o controle detalhadodo manejo e da nutrição das plantas, e uma estação meteorológica particular que faz a abertura e o fechamento automático de tetos retráteis de acordo com o clima, aumentando a proteção das mudas na fase mais sensível. A estação também mede a intensidade de energia solar no viveiro, propiciando o melhor controle sobre a quantidade de água necessária às plantas.
“Essas e outras inovações que implementamos são resultado de muita pesquisa, planejamento, esforço conjunto da equipe e ousadia para enxergar o processo sempre sob novos pontos de vista. É dessa forma que a Fibria incorpora, na prática, a sustentabilidade e a excelência operacional no dia a dia de suas operações”, afirma o diretor de engenharia e projetos da Fibria, Júlio Cunha.

Fonte: Assecom