Senadores agradecem Assomasul por acolher ministro da Educação - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

21/08/2017

Senadores agradecem Assomasul por acolher ministro da Educação

Pedro Chaves durante discurso na Assomasul © Edson Ribeiro
Os senadores Pedro Chaves (PSC-MS) e Simone Tebet (PMDB-MS) destacaram a importância do programa FNDE em Ação e agradeceram ao presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina (PSDB), por ceder a estrutura da entidade para recepcionar o ministro, da Educação, Mendonça Filho, e comitiva durante evento nesta segunda-feira (21) na entidade, em Campo Grande.

Em discurso, Chaves disse que ligou para Caravina para solicitar o moderno espaço visando à realização do evento -- que terá sequencia nesta terça-feira (22) – por entender que seria justo promover encontro tão importante na casa dos prefeitos.

“Estou muito honrado em vir aqui na casa dos prefeitos, até porque me considero municipalista, para tratar de questões de interesse dos municípios. Acho que o município sendo forte, o Estado fica forte. As coisas acontecem nos municípios”, disse o senador, ao saudar a atuação do presidente Caravina e deixar seu gabinete à disposição dos prefeitos.

Chaves destacou ainda o trabalho do ministro à frente da pasta, principalmente sua preocupação com a educação básica, sobretudo, as prioridades relacionadas ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional).

Ele ressaltou a importância dos técnicos do FNDE em atender os prefeitos na Assomasul. “Essa é uma oportunidade singular para colocar as demandas, os problemas dos municípios de vocês em dia”, pontuou.

O senador disse reconhecer as dificuldades enfrentadas pelos municípios diante da crise do país o que, segundo ele, tem deixado os prefeitos de pires na mão em busca de recursos para tocar suas administrações.

“Mas é importante que o município faça o seu papel e estado faça o seu para o Brasil crescer”, encerrou Chaves, ao agradecer mais uma vez o empenho do presidente Pedro Caravina na organização e na disposição de recursos financeiros para promover o evento na sede da Assomasul em parceria com o Ministério da Educação.

MINHA CASA

Da mesma forma, Simone Tebet se disse à vontade por estar “em minha casa”. “Foi aqui na Assomasul que eu comecei a fazer política, não essa política de denúncias, no dia a dia com as pessoas. Comecei a conhecer a verdadeira necessidade e as dificuldades dos municípios”, colocou, ao lembrar que foi prefeita de Três Lagoas e dirigente da entidade.

“Vim aqui apenas para hipotecar meu apoio. Reassumir o compromisso de quando fui prefeita, reafirmar a necessidade de um novo pacto federativo”, acrescentou ao criticar a centralização da maior parte dos recursos no governo federal em detrimento dos municípios.

Simone disse que todo jeito que é distribuído o bolo tributário nacional com mais responsabilidade para os municípios brasileiros, fica difícil os prefeitos frecharem as contas no fim de cada mês.

Fonte: ASSECOM
Por: Willams Araújo