Reféns escapam pelo porta-malas após horas de tortura na fronteira - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

21/08/2017

Reféns escapam pelo porta-malas após horas de tortura na fronteira

Vítimas seriam executadas em território paraguaio

© poranews
Instaladores de câmeras de segurança foram sequestrados em Ponta Porã, a 246 km de Campo Grande, após receberem um falso chamado para prestação de serviços no último sábado (19). Após passarem horas sob tortura, as vítima conseguiram escapar pelo porta-malas antes que os bandidos chegassem ao Paraguai.

As vítimas foram identificadas como Marcos Blanco, de 29 anos, e Luis Fernando Nara Aguirre, de 28. Ambos foram chamados, por volta das 19h, por um suposto cliente para a instalação de câmeras de segurança em uma residência em Ponta Porã.

Ao chegar no local indicado pelo cliente, as vítimas foram jogadas em uma caminhonete por homens que os sequestraram e os torturaram por várias horas. Após sessão de agressões, os dois homens foram colocados no porta malas de um carro VW sedan, vermelho, que é de uma das vítimas.

O carro foi conduzido por um dos sequestrados até a linha que divide Ponta Porã de Pedro Juan Caballero, local onde as vítimas conseguiram abrir o porta-malas e escapar.

Muito machucada, a dupla pediu auxílio em uma residência. Agentes da Polícia Nacional do Paraguai foram acionados e as vítimas levadas ao Hospital Regional de Pedro Juan Caballero e ao Hospital Regional de Ponta Porã.

Investigações

Segundo informações do Porã News, as vítimas estão internadas em observação e agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica aguardam a estabilização para iniciar as investigações.

Informações preliminares apontam que a dupla seria executada em território paraguaio, onde os sequestradores possivelmente queimariam os corpos e o carro. Veículo foi abandonado com combustível suficiente para a ação.

Fonte: Midiamax
Por: Danielle Valentim