Ponta Porã e Pedro Juan Caballero mantém reunião para reativar Parlim na fronteira - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

31/08/2017

Ponta Porã e Pedro Juan Caballero mantém reunião para reativar Parlim na fronteira

Otaviano Cardoso se reuniu com o presidente da Junta Municipal de Pedro Juan Caballero, o concejal Milciades Britez, para debater reativação do Parlim © Divulgação
O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Otaviano Cardoso, se reuniu nesta quinta-feira, 31 de agosto, com o presidente da Junta Municipal de Pedro Juan Caballero, o concejal Milciades Britez, para tratar de assuntos de grande relevância para a fronteira.

Otaviano Cardoso disse que diante dos últimos acontecimentos em Ponta Porã é preciso buscar soluções para tratar da insegurança. Para isso, o presidente se reuniu na Junta Municipal para tratar da reativação do Projeto de Integração entre as Fronteiras (Parlim). “É importante debatermos a segurança, mas é preciso que as autoridades da Brasília e Assunção, capitais do Brasil e Paraguai, possam escutar os vereadores de Ponta Porã e os concejales de Pedro Juan Caballero, para saberem o que está acontecendo aqui e providenciar medidas para solucionar os problemas”, disse.

A situação do trânsito também foi discutida durante a reunião. A quantidade de habitantes em Ponta Porã, segundo o IBGE é de 89.592 pessoas, e está aumentando devido à vinda de estudantes de todo país. Consequentemente a circulação de veículos também aumentou consideravelmente nos últimos anos e não há demarcações e vagas de estacionamento para acomodar todos automóveis. “O caso das motocicletas também precisa ser resolvido. É necessário ter uma lei que de tranquilidade aos milhares de brasileiros e paraguaios, que transitam pela fronteira com esse meio de transporte”, argumentou Otaviano Cardoso.

Otaviano explica que as duas cidades fronteiriças, apesar de estarem em países distintos, nasceram juntas, na margem da “Laguna Punta Porã” e os povos se misturam. “A população dos dois países vive junta diariamente, o comércio é a prova disso. Muitos paraguaios moram e trabalham em Ponta Porã e vice-versa. Muitos turistas brasileiros frequentam as lojas no Paraguai. Enfrentamos muitos problemas semelhantes”, apontou.

Conforme dito na reunião, a reativação do Parlim tem a finalidade de resolver problemas e questões em comum no Brasil e no Paraguai. O projeto visa manter debates entre as duas nações para melhorar a fronteira. Otaviano concluiu o encontro marcando outra reunião interna para os próximos dias com os concejales.



Fonte: ASSECOM