"O povo de Mato Grosso reverencia e muito este brasileiro", homenageia Pedro Taques - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

22/08/2017

"O povo de Mato Grosso reverencia e muito este brasileiro", homenageia Pedro Taques

Em MS, o governador do estado vizinho dá adeus ao governador junto com ex-chefes do Executivo e Reinaldo Azambuja

Governador de MS, ao centro, Reinaldo Azambuja e o governador do MT, Pedro Taques (lado esquerdo).(Foto: Marcos Ermínio).
O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), veio do estado vizinho para Campo Grande, nesta terça-feira, dia 22, para dar adeus ao ex-governador Pedro Pedrossian, que faleceu na madrugada de hoje.

Responsável por grandes obras, o ex-chefe do Executivo comandou o estado por três vezes. Na primeira, a unidade federativa unia o que hoje são dois, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

De Cuiabá, capital mato-grossense, vieram a MS acompanhando Taques, o ex-governador de MT, Júlio Campos, e o ex-vice-governador de Pedro, Osvaldo Sobrinho.

Para o chefe do estado vizinho, Pedro Pedrossian é um "grande exemplo de seriedade". Criou escolas e universidades, além de ter colonizado a região oeste, no então estado uno de Mato Grosso.

"Ele é uma referência de grande homem. O povo do Mato Grosso reverencia e muito este brasileiro", disse Pedro Taques assim que chegou ao velório, que ocorre no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, por volta das 15h30.

Ao seu lado, o governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que Pedrossian deixa um legado de história e trabalho. "Nós temos que reverenciá-lo e nós estamos aqui para fazer esta homenagem".

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), completou dizendo que Pedrossian é um "grande exemplo de ousadia, que deve ser seguido por todos".

O caixão vai ser levado para o Cemitério Parque das Primaveras, na Avenida Filinto Muller, por volta das 16 horas. O sepultamento está previsto para as 17 horas. O transporte ocorrerá com uma viatura fúnebre do Corpo de Bombeiros, que vai passar pela Avenida Afonso Pena, com escolta da Polícia Militar.

Pedro Pedrossian morreu aos 89 anos. Debilitado, segundo familiares, o ex-governador já não ouvia nem enxergava direito e sofria de insuficiência respiratória. Morreu enquanto dormia por volta das 3 horas de hoje.

Velório 

Ainda no Centro de Convenções, ocorreu há pouco a cerimônia de padre e pastor. Agora, os governadores de MS e MT cobrem o caixão com as bandeiras dos dois estados, ao som da música de Renato Teixeira, Homem de Miranda, cantada por Celito Espíndola. A música foi escrita em homagem ao ex-chefe do Executivo.

O chefe da cerimônia na época em que Pedrossian foi governador vai fazer o último discurso antes de o corpo ser levado.
Familiares e autoridades em volta do caixão, em cerimônia de despedida à Pedro Pedrossian. (Foto: Marcos Ermínio).

Fonte: campograndenews
por: Mayara Bueno e Luana Rodrigues