Mulher é presa por suspeita de induzir filha adolescente à prostituição - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

12/08/2017

Mulher é presa por suspeita de induzir filha adolescente à prostituição

Dircéia ao lado da filha: negou as acusações de oferecer os serviços sexuais da jovem (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Uma mulher de 33 anos foi presa pela Polícia Militar na madrugada deste sábado (12) sob suspeita de estar induzindo a própria filha adolescente, de 17, à prostituição em um bar do bairro Tiradentes (zona leste de Campo Grande).

Segundo a PM, uma equipe foi ao bar indicado por denúncias anônimas de que Dircéia da Silva, além de comprar e incentivar a jovem a beber, o que já é proibido por lei, estaria oferecendo serviços sexuais da adolescente a clientes do local.

De acordo com a versão dos policiais, ao chegarem no local a própria adolescente passou a ofender a equipe, recebendo voz de detenção por desacato.

Dircéia negou que estivesse oferencendo a filha para serviços sexuais, mas confessou que estava bebendo junto da adolescente e por isso também acabou presa.

Durante a verificação dos clientes do local, um homem de 42 anos também foi preso por ter contra si um mandado de prisão a cumprir.

Todos foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, onde o caso foi registrado, concluiu a PM.

Mais jovens – Ainda na madrugada deste sábado, mais um caso envolvendo adolescentes e o consumo de bebidas alcoólicas. Ao avistarem um aglomerado de pessoas em uma rua do bairro Moreninha III (zona sul), resolveram fazer a abordagem, mesmo diante das ofensas recebidas.

Segundo a PM, dois homens, de 22 e 20 anos, foram presos após uma adolescente, de 15, confirmar que eles estavam comprando bebida para ela. O caso também foi encaminhado à Depac Piratininga.

Fonte: campograndenews
Por: Rafael Ribeiro