Governo publica convênios com repasse de R$ 15 milhões para destravar obras emblemáticas para a Capital - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

23/08/2017

Governo publica convênios com repasse de R$ 15 milhões para destravar obras emblemáticas para a Capital

Primeira etapa contará com 28 novas frentes de trabalho que somam mais de R$ 180 milhões em investimentos estaduais e federais, entre elas o manejo de águas pluviais no Rio Anhanduí

Córrego Bálsamo © Edemir Rodrigues
Convênios com repasse estadual de R$ 15 milhões para destravar R$ 180 milhões em obras emblemáticas para Campo Grande foram publicados na edição do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul desta quarta-feira (23.08). O aporte foi feito para liberar os recursos federais e a execução das obras ficará por conta da prefeitura.

“Isso reforça a parceria do Governo do Estado com Campo Grande, uma vez que o governo sempre esteve à disposição da Capital. A grande importância está no fato de que vamos destravar R$ 180 milhões em obras consideradas emblemáticas e que irão mudar a realidade de muitas regiões”, declarou o titular da secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli.
Rio Anhanduí © Edemir Rodrigues
Disponível na página 32 do Diário Oficial, o primeiro termo tem o valor de R$ 9,5 milhões para pavimentação e qualificação de vias nos bairros Nova Lima, Atlântico Sul, São Francisco, Bellinate, Jardim Seminário, Mata do Jacinto, Sírio Libanês e Vila Nasser. Somados aos recursos federais, essas obras totalizam R$ 71,9 milhões em investimentos.

O segundo é destinado à urbanização do Córrego Bálsamo a ser executada em duas etapas que somadas irão totalizar R$ 26,5 milhões, sendo a contrapartida do Estado de R$ 3,1 milhões.

Rio Anhanduí © Edemir Rodrigues
Outro convênio garante as obras de recuperação no Complexo Anhanduí, Cabaça e Areias, onde serão feitas obras de restauração de margens, galerias pluviais, recuperação de áreas úmidas, reservatório de amortecimento de cheias, urbanização de caráter complementar e pavimentação. A contrapartida estadual de R$ 900 mil integra o montante de R$ 57,7 milhões incluindo os recursos federais.

Mobilidade urbana

Serão também repassados à prefeitura R$ 1,3 milhões em recursos estaduais, como contrapartida aos investimentos de R$ 24 milhões da União em mobilidade urbana. Eles incluirão a implantação de corredores de transporte em grandes avenidas da Capital - como a Calógeras, a Gury Marques e a Rua Bahia. Na primeira via, o trecho beneficiado será de 2,7 quilômetros da Avenida Mato Grosso até a Zahran. Na Gury Marques, serão 2,26 quilômetros de intervenções – desde a Avenida Interlagos até o Terminal Guaicurus. Já na Rua Bahia, será implantado corredor de transporte em 1,75 quilômetros desde a Avenida Afonso Pena até a Coronel Antonino. A implantação dos corredores de transporte incluirá alterações no tráfego dessas vias.

Fonte: ASSECOM
Por: Romilda Herebia