Governo destina 15 ônibus ao transporte escolar rural no interior de MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

07/08/2017

Governo destina 15 ônibus ao transporte escolar rural no interior de MS

O Estado gasta R$ 38 milhões por ano com repasses para os municípios para ajudar no translado dos alunos da rede pública

Os ônibus do tipo OR3 têm capacidade para transportar 59 alunos (Foto: Marcos Ermínio)
Convênio entre o Estado e o governo federal vai reforçar o transporte escolar rural em 15 municípios de Mato Grosso do Sul. Com investimentos de R$ 3.631.500,00, com contrapartida do governo estadual, ônibus escolares foram adquiridos para o translado de alunos das zonas rurais no interior.

Durante a solenidade de entrega dos veículos, nesta segunda-feira (7) no estacionamento da governadoria, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) lembrou que em 2015 o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) conseguiu recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e ambos decidiram pelo investimento na área.
Governador Reinaldo Azambuja durante entrega das chaves dos ônibus para os representantes municípios beneficiados (Foto: Marcos Ermínio)
Com R$ 3.147.300,00 do fundo nacional foram adquiridos 13 ônibus do tipo rural OR3, já adaptados para proporcionar acessibilidade. A contrapartida do Estado, no valor de R$ 484.200,00, possibilitou aquisição de mais dois, R$ 242.100,00 cada. Os veículos têm capacidade para transportar 59 crianças.

Deputado federal Geraldo Resende mediou o repasse dos recursos
 para o Estado (Foto: Marcos Ermínio)
As 15 unidades serão destinadas aos municípios de Angélica, Antônio João, Amambai, Bodoquena, Caarapó, Caracol, Deodápolis, Eldorado, Itaquiraí, Jateí, Nioaque, Mundo Novo, Coronel Sapucaia, Iguatemi e Taquarussu. 

Resende frisou que, em conjunto com o Estado, decidiram investir no transporte frente à necessidade que municípios que têm de terceirizar linhas de ônibus para atender zonas rurais, comunidades indígenas e quilombolas. “Pensamos em obra, mas demora e ia precisar mais recursos. O investimento no transporte é rápido e vai ajudar”, comentou o parlamentar.

Para o prefeito Amambai, Edinaldo Bandeira (PSDB), o ônibus reduzirá o custo da prefeitura. De acordo com ele, R$ 3 milhões por ano são gastos na terceirização de 18 linhas para atender 1600 alunos na zona rural.

Edinaldo Bandeira, prefeito de Amambai, disse que 18 linhas
 são terceirizadas no município para atender alunos (Foto: Marcos Ermínio)
Em Coronel Sapucaia, segundo o prefeito Rudi Paetzold (PMDB), seis ônibus terceirizados custam R$ 90 mil todos os meses aos cofres municipais. R$ 15 mil por veículo. “Municípios pequenos precisam muito da ajuda do governo do estado e federal, temos poucos recursos pra investimento, principalmente em educaçãosaúde e segurança”, declarou o prefeito.

A secretária de estado de educação, Maria Cecília Amendola da Motta frisou que Mato Grosso do Sul tem uma grande extensão geográfica e que o governo estadual faz oito repasses anuais para ajudar no custeio do transporte escolar rural. Os valores variam de acordo com o número de alunos de cada município.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, R$ 38 milhões são investidos anualmente no transporte escolar no interior do Estado. Este ano os valores foram reajustados, a título de reposição inflacionária.

“Geraldo me procurou pra investir esse recurso, decidimos pela educação que é uma área na qual recebemos muita demanda e optamos por esta que é uma forma rápida de ajudar. Os alunos vão ter mais conforto e segurança, além de diminuir os custos das prefeituras”, reforçou.

Ainda segundo o governador, “Mato Grosso do Sul é o estado que mais faz convênio com a União e a bancada federal sempre está em contato com o governo para trazer mais recursos”.

Fonte: campograndenews
Por: Lucas Junot e Leonardo Rocha