Funcionários detidos já estão livres, mas Santa Casa continua ‘fechada’ - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

06/08/2017

Funcionários detidos já estão livres, mas Santa Casa continua ‘fechada’

Hospital só recebe pacientes enviados pela central de regulação

Portaria está fechada e quem chega sem encaminhamento é orientado a procurar outra unidade e aviso de superlotação que foi afixado no portão do pronto-socorro, que está fechado desde quinta-feira (3) (Foto: André Bittar)
Depois da confusão entre dois funcionários da Santa Casa de Campo Grande e uma equipe do Corpo de Bombeiros, na noite deste sábado (5), a situação no local parece estar normaliza, embora o portão de acesso ao Pronto Socorro continue fechado.

Os dois trabalhadores detidos por impedirem a entrada de uma ambulância dos bombeiros já foram liberados e, segundo um funcionário, o hospital tem recebido viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e também do socorro militar normalmente.

Ainda há, no entanto, restrições para a demanda espontânea. Ou seja, quem chega ao local em veículo particular e sem o encaminhamento da central de regulação, é barrado e orientado a procurar um dos postos de saúde 24 horas.

O funcionário disse ainda que a manhã deste domingo (6) foi tranquila, porque o hospital recebeu poucas ocorrências.

A assessoria de imprensa da Santa Casa confirma que apenas os casos encaminhados pela central de regulação estão sendo recebidos no hospital.

Portão escorado com uma pedra (Foto: André Bittar)
Confusão 

Na noite de ontem, dois funcionários do hospital foram presos porque não deixaram que o Corpo de Bombeiros entrasse com um pacientes. Após bate-boca, os bombeiros resolveram pular as grades e romper as travas dos portões da rampa de acesso ao pronto-socorro.

A tensão foi tanta que virou caso de polícia. Ao menos duas viaturas da PM (Polícia Militar) se deslocaram ao local e não só o porteiro, mas também um fiscal de plantão foram levados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro.

Após o transtorno, o paciente enfim foi recebido na unidade.

Na manhã deste domingo (6), o portão estava escorado por uma pedra. Segundo o funcionário que deu informações ao Campo Grande News, o motor estragou e agora ele só abre manualmente.

Superlotação 

Alegando superlotação, a Santa Casa de Campo Grande está desde a última quarta-feira (3) com os portões fechados. O hospital estaria operando com 60% acima de sua capacidade.

Salas do centro cirúrgico sendo usadas como leitos por pacientes e desde o dia 1º de agosto. O hospital também não está agendando cirurgias eletivas e as que estavam marcadas, estão sendo realizadas conforme disponibilidade dos centros cirúrgicos.

Fonte: campograndenews
por: Anahi Zurutuza e Guilherme Henri