Brasil Central estuda criar fundo para investimentos em infraestrutura - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

04/08/2017

Brasil Central estuda criar fundo para investimentos em infraestrutura

Bloco vai capitalizar pretende capitalizar recursos com o BNDES para fundo garantidor com apoio da União

Marconi Perillo, governador de Goiás e presidente do Consórcio Brasil Central. (Foto: Marcos Ermínio)
O governador de Goiás e presidente do consórcio Brasil Central, Marconi Perillo, afirmou que o bloco estuda a possibilidade de criação de um fundo de investimento para obras de infraestrutura nos estados integrantes do grupo, reunidos na manhã desta sexta-feira (4), em Campo Grande.

Conforme Perillo, o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Paulo Rabello de Castro, já acenou apoiar à ideia e utilizar recursos do banco para investir no fundo.

“O BNDES tem muito recurso para investir, mas não consegue gastar nem 20% por conta da burocracia e outras limitações, como o endividamento dos estados”, relatou o presidente do bloco.

O presidente do BNDES sugeriu que o consórcio utilize sua natureza jurídica para capitalizar recursos junto ao banco. E agora os estados devem se aprofundar nos debates para criar um mecanismo que viabilize a ideia.

“Queremos desenvolver um mecanismo para inverter a relação do custeio com investimento, pois gasta-se mais com custeio e pouco com investimento”, explica Perillo.

O fim dos mandatos dos chefes dos executivos estaduais que compõem o consórcio não é um empecilho para angariar recursos e interromper o diálogo, pois as gestões tem fim, mas a consórcio segue como uma instituição consolidada, segundo Perillo.

Encontro 

Além de Perillo, participam da 4ª edição do Fórum de Governadores do Brasil Central Reinaldo Azambuja (PSDB), Pedro Taques (MT), Marcelo Miranda (TO), e Confúcio Moura (RO); além do vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, e a secretária de planejamento orçamento e gestão, Leany Lemos representando o Distrito Federal.

O ministro das Cidades, Bruno Araujo, e o presidente do BNDES, Paulo Rabello, também participam do encontro que ocorre Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.

Fonte: campograndenews
Por: Richelieu de Carlo, Lucas Junot e Mayara Bueno