Uber ferido em atentado com 2 mortos perdeu parcialmente os movimentos - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

31/07/2017

Uber ferido em atentado com 2 mortos perdeu parcialmente os movimentos

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, o paciente perdeu parcialmente os movimentos, mas ainda não há confirmação dos médicos se a situação é irreversível

Movimentação de policiais e bombeiros no dia em que o Uber foi baleado e dois passageiros mortos © Divulgação
O motorista da Uber e professor de Educação Física, Nelson Miyashiro Tobaru, 38 anos, atingido com três tiros em atentado que matou dois homens, na tarde de quinta-feira (27), na Rua Zacarias, no Jardim Carioca, em Campo Grande, e perdeu parte dos movimentos.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, o paciente perdeu parcialmente os movimentos, mas ainda não há confirmação dos médicos se a situação é irreversível. Exames ainda estão sendo realizados. Nelson continua com a bala alojada na coluna. Ele internado na enfermaria do hospital, consciente, orientado e comunicativo.

Nelson Miyashiro Tobaru, 38 anos
Nelson foi baleado enquanto seguia em seu veículo Peugeot 207 com dois passageiros, Reynan Felipe Vieira de Oliveira e Maickon Alves Marques, os dois de 22 anos, quando ocorreu o atentado. Os rapazes foram executados após serem atingidos por diversos disparos de grosso calibre.

Testemunhas contaram que os atiradores estavam em três automóveis, sendo quatro homens em um Fox dourado, dois em uma motocicleta e ocupantes em uma caminhonete Hilux. As placas dos veículos não foram informadas. O motorista da Uber relatou à Polícia Militar, que não conhecia as vítimas mortas no atentado. Ele apenas fazia a corrida para os passageiros.

Os dois jovens executados, Reynan e Maickon, podem ter sido assassinados por vingança. A suspeita é de que o crime tenha relação com outro duplo homicídio, ocorrido no último domingo (23), no Jardim Campo Alto.

Fonte: campograndenews
por: Viviane Oliveira