Tribunal de Justiça deve abrir concurso com salários de até R$ 5 mil - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

28/07/2017

Tribunal de Justiça deve abrir concurso com salários de até R$ 5 mil

PUC-PR deve organizar certame e edital está previsto para sair em agosto

O certame terá vagas para técnico de nível superior e analista judiciário - Divulgação
O próximo concurso público do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul pode ter como banca responsável a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). O edital deve ser publicado até o fim de agosto.

O certame terá vagas para técnico de nível superior e analista judiciário, para candidatos graduados em diversas áreas de conhecimento. As funções têm salários iniciais de R$ 4.415,70 e R$ 5.065,56.

O número de vagas ainda está indefinido e a comissão do concurso está formada desde abril de 2017. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do TJMS, que confirmou as informações sem dar precisão da data que será lançado edital.

Já há alguns cursinhos abertos para que interessados no concurso possam preparar-se para as provas.

A PUC-PR também divulgou que "tudo indica que vai ser a organizadora do certame".

TJ-MS

O TJ-MS foi instituído em 1977. Com sede no Parque dos Poderes, em Campo Grande, o tribunal tem comarcas em todo o Estado, cada uma com varas cível, criminal e especializada.

O último concurso do TJ-MS abriu 10 vagas na função de Analista Judiciário/Direito em 2015 e também foi realizado pela PUC-PR.

Foram aplicadas provas objetivas com 60 questões de língua portuguesa, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. O concurso teve sua validade expirada em 13 de julho de 2017. 

O tribunal também realizou concurso em 2012. Organizado pela Fadems, o certame teve 55 vagas nas áreas de analista de sistema computacional, analista técnico contábil, engenheiro civil, engenheiro eletricista, arquiteto, jornalista, odontólogo, estatístico, analista judiciário, assistente social e psicólogo.

O concurso teve aplicação de prova objetiva para todas as funções com questões de língua portuguesa, noções de direito e conhecimentos específicos; além de prova prática para analista.

Fonte: CE
Por: Izabela Jornada