Header Ads

Campo Grande (MS),

Nova reunião sobre acessos da rodovia à cidade acontecerá em Dourados, na próxima semana, com participação da ANTT

© Divulgação
A população de Dourados (MS) vai ter oportunidade, na próxima terça-feira, 18, de acompanhar importante reunião entre autoridades do município, parlamentares e técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres-ANTT.

O encontro tem a ver com o problema criado pela CCR MSVia, concessionária da BR-163, que atravessa a área urbana de Dourados, pelo fechamento de entradas e saídas da cidade, a partir da rodovia, sem maiores debates com a população.

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, o presidente da ANTT, Jorge Bastos, a prefeita Délia Razuk (PR), e os senadores Moka (PMDB), Simone Tebet (PMDB) e Pedro Chaves (PSC).

Também presentes à audiência, os deputados federais Geraldo Rezende (PSDB) e Tereza Cristina (PSB), o secretário de Planejamento Urbano de Dourados, José Elias Moreira, e, ainda, os vereadores Junior Rodrigues, Bebeto e Olavo Sul.

Em sua explanação, a prefeita Délia Razuk revelou ao ministro Quintella a tensão social causada pelo fechamento das vias de acesso à cidade, pela concessionária, prejudicando o fluxo normal de transportes e a vida econômica do município “O problema maior – explicou a prefeita – é a falta de resultado nos diálogos que mantemos com a empresa, que não para de promover as obras de fechamento dos acessos, provocando, no sentido contrário, mobilizações do povo douradense”.

Segundo o secretário José Elias, “a população, insatisfeita e revoltada, já chegou, inclusive, a fechar a rodovia, só desistindo da ação em virtude de nossa vinda a Brasília, agora, para tentar uma solução para a pendência”.

A prefeitura de Dourados reivindica a paralisação de todas as obras de fechamento dos referidos acessos, e a reabertura de alguns já realizados, com um paralelo acordo que preveja cronograma para execução dessas obras, de forma a não causar maiores transtornos à cidade.

O senador Moka, coordenador da bancada federal sul-mato-grossense, alertou o ministro sobre o alcance dos transtornos, que, conforme explicou, “atinge diretamente cerca de 40.000 pessoas, afetando negativamente o comércio local”.

Ao deixar a reunião, a prefeita Délia Razuk disse sentir “o coração mais leve” após a conversa com o ministro: “senti que há interesse da ANTT em resolver a questão, principalmente pela força da intervenção de nossa bancada federal aqui em Brasília”.

O ministro Quintella considera haver possibilidade atendimento do pleito, mesmo diante das regras da concessão, e confirmou a ida a Dourados de um representante do Ministério, junto com o Superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Luciano Esteve.

Durante a conversa, Mauríco Quintella pediu a ajuda dos senadores e deputados presentes na aprovação de Medida Provisória, em elaboração, que visa atualizar as regras de concessão de rodovias, no país.

Fonte: ASSECOM
Tecnologia do Blogger.