MPF diz que Delcídio pode ter citado Lula só para ter benefícios - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

12/07/2017

MPF diz que Delcídio pode ter citado Lula só para ter benefícios

Caso se confirme, a delação do ex-senador negociada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), perde credibilidade

© Reuters
O procurador da República Ivan Cláudio Marx disse que o ex-senador Delcídio Amaral pode ter citado o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na tentativa de aumentar seu poder de barganha e, assim, ampliar os benefícios da delação premiada, no âmbito das investigações da Lava Jato.

De acordo com o O Globo, caso se confirme, a delação do ex-senador negociada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), perde credibilidade. O diagnóstico foi feita em documento protocolado na Justiça Federal de Brasília no qual o procurador pediu o arquivamento de um procedimento investigatório criminal (PIC) que apurava a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em tentativa de obstrução de justiça.

"Ademais, não se pode olvidar o interesse do delator em encontrar fatos que o permitissem delatar terceiros, e dentre esses especialmente o ex-presidente Lula, como forma de aumentar seu poder de barganha ante a Procuradoria-Geral da República no seu acordo de delação", escreveu Ivan Marx.

O pedido de arquivamento do procedimento não afeta diretamente outro processo, em curso na Justiça Federal, que apura se Lula participou dos esforços para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que viria a firmar acordo de delação. Mas essa ação penal, que tem sete réus, entre eles Lula, também é baseada na delação de Delcídio. E Ivan Marx faz considerações sobre o caso no documento.

Fonte: NAOM