Header Ads

Campo Grande (MS),

Maia 'dá provas de lealdade o tempo todo', diz Temer na cúpula do G20

Ele também afirmou que sua preocupação em relação a uma delação de Eduardo Cunha é "zero"

© Ueslei Marcelino / Reuters
Enquanto se especula sobre uma possível movimentação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), o presidente Michel Temer disse na sexta-feira (7) confiar no aliado.

"Acredito plenamente. Ele só me dá provas de lealdade o tempo todo", disse, na recepção do hotel Le Méridien, em Hamburgo, onde está hospedado. Ele retornava de um concerto na filarmônica da cidade, o último evento do dia na cúpula do G20.

Temer também disse que sua preocupação em relação a uma delação de Eduardo Cunha é "zero", e que também "zero" é sua preocupação quanto à base aliada -enquanto tenta barrar na Câmara a denúncia de corrupção passiva contra ele.

"Zero preocupação", disse. "O PSDB tem quatro ministérios, os ministros estão muito tranquilos." Todos eles lhe telefonaram, afirmou, para explicar a declaração do senador Tasso Jereissati.

O presidente comentou, por fim, a fala do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), reportada na coluna "Painel", da Folha de S.Paulo, desta sexta (7), de que, se depender da tramitação da denúncia contra o peemedebista, "dentro de 15 dias o país terá um novo presidente".

"Vamos esperar 15 dias, não é verdade?", afirmou Temer. "Vamos espera. Isso é força de expressão. às vezes as pessoas se entusiasmam." Com informações da Folhapress.

Fonte: NAOM
Tecnologia do Blogger.