Homem é preso após jogar ex-namorada grávida contra ônibus - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

28/07/2017

Homem é preso após jogar ex-namorada grávida contra ônibus

Lucas Florençano de Castro Monteiro, de 25 anos, foi preso em casa e não ofereceu resistência à prisão

© Divulgação
Um homem foi preso na manhã desta sexta-feira (28) acusado de empurrar a ex-namorada, que está grávida de 4 meses, na frente de um ônibus em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Lucas Florençano de Castro Monteiro, de 25 anos, foi preso em casa e não ofereceu resistência à prisão.

"Eles eram namorados há 2 anos e terminaram quando ela descobriu que estava grávida. Ele estava com intercâmbio marcado para o Canadá e achou que a gravidez atrapalharia o futuro dele. Ele insistiu que ela abortasse mas, quando viu que ela não iria fazer isso, marcou um encontro dizendo que tinha que conversar com ela e cometeu o crime", contou a delegada Gabriela Von Beauvois, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher do Centro (DEAM/Centro).

Na delegacia, segundo informações do G1, a vítima disse que estava grávida de quatro meses de um filho de Lucas, que se negava a aceitar a paternidade - o que teria motivado a tentativa de matá-la e também o bebê.

"É uma cena horrível. Quando eles chegam na Praia de Botafogo, é possível ver o exato momento em que ele olha o ônibus chegando para empurrá-la. A sorte é que o motorista estava devagar e percebeu, viu tudo, e conseguiu frear. A roda do ônibus pegou nas pernas dela. Foi Deus", disse a delegada.

A jovem ficou com as duas pernas feridas. A perna direita ficou em carne viva, segundo a delegada. A estudante foi socorrida por um jovem que confrontou Lucas na cena do crime.

"O homem que a socorre fala para o Lucas: 'Eu vi que você a jogou!". Ela contou em depoimento que estava muito preocupada com o bebê e que pediu para ir logo para o hospital. Uma mulher, então, pegou táxi e foi com ela", relatou.

De acordo com a polícia, Lucas responderá por tentativa de feminicídio.

Fonte: NAOM