Caseiro diz que "lutou contra sete homens" para evitar assassinato de Silveira - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

19/07/2017

Caseiro diz que "lutou contra sete homens" para evitar assassinato de Silveira

Rivelino tentou mentir para despistar os militares, mas acabou confessando o crime

Rivelino Mangelo, 45 anos (direita) e os dois filhos © Divulgação
Rivelino Mangelo, 45 anos, o caseiro da chácara do ex-vereador Cristóvão Silveira, 65 anos, disse que lutou com sete homens que invadiram a propriedade da vítima.

Foi ele quem acionou a polícia logo após o crime. Segundo o registro policial, Rivelino estava na chácara no momento em que os policiais chegaram. O caseiro estava com um corte profundo no pé direito e precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

A farsa foi desmentida pelo próprio caseiro quando os militares entraram na residência e encontraram os corpos do ex-vereador e da esposa, Fátima Silveira. Rivelino já tinha sido encaminhado para a Santa Casa da Capital e os militares foram até ele para saber mais sobre o crime.

Rivelino confessou que matou o patrão com a ajuda de três comparsas. O autor contou que dois dos autores eram filhos dele e disse onde eles estariam. O primeiro a ser localizado foi Rogério Nunes Mangelo, ele foi encontrado pela Polícia Militar em Anastácio.

O segundo foi encontrado em uma fazendo, Alberto Rivelino Nunes Mangelo foi encontrado com uma TV de 22 polegadas que foi roubada da chácara.

Todos eles foram presos e encaminhados para a sede do Garras onde estão prestando esclarecimentos.

Um terceiro envolvido foi abordado em Corumbá, Diogo André Almeida estava com a camionete roubada. No momento da abordagem, ele conseguiu fugir por uma mata nas proximidades. A camionete está na 1° Delegacia de Polícia de Corumbá e a polícia realiza buscas para encontrar Diogo que estava com outro comparsa.

Fonte: JD1Notícias